Terceirizadas exploram trabalhadores na Unifacs

Unifacs_Terceirizada

A Universidade Salvador (Unifacs) é uma instituição de ensino superior particular das mais conhecidas da Bahia. Deveria entender ou dar mais atenção à situação dos trabalhadores terceirizados para não ter seu nome envolvido em mal feitos das empresas que contrata.

As empresas PHL e Astrap atrasaram os salários e demais direitos dos trabalhistas e a direção do Sindilimp-BA, através do diretor Carlos Muniz, e a direção da CUT-BA, com o nosso companheiro Edson Conceição Araújo, foram ao prédio da Unifacs do Rio Vermelho e exigiram uma solução nesta sexta-feira, 9.

Voltamos a repetir que a Unifacs tem um nome a zelar. É respeitada não só pelo seu setor de formação superior como pela área de extensão que desenvolve projetos que contribuem para a melhoria da condição de vida da comunidade, na ação comunitária e em programas sociais desenvolvidos em parcerias com órgãos governamentais, organizações sociais e empresas. Não pode se deixar envolver com empresas que não cumprem com suas obrigações.

Seu princípio de ação prevê que deve “buscar interação constante com a sociedade, de modo a conhecer e atender as suas necessidades; alimentar a consciência crítica da Unifacs em relação à sociedade”. Ora, nada mais correto, portanto, que impeça as empresas terceirizadas tratarem os funcionários com desrespeito.

A direção do Sindilimp-BA e da CUT-BA estão atentas e tomarão todas as medidas necessárias para assegurar os direitos da categoria

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress