Sindilimp-BA completa 26 anos, comemora avanços e planeja desafios

O Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública, Comercial, Industrial, Hospitalar, Asseio, Prestação de Serviços em Geral, Conservação, Jardinagem e Controle de Pragas Intermunicipal (Sindilimp-BA) completa 26 anos nesta quinta-feira (3).

Os diretores da entidade que representa a categoria destacaram a importância das lutas que foram travadas neste período e planejam novos passos para proporcionar mais dignidade e visibilidade aos que batalham em todo o estado, superando as situações mais adversas.

As dificuldades são diárias. O preconceito, a invisibilidade, o desrespeito, os entraves para preservação dos direitos e as fragilidades nos vínculos trabalhistas são batalhas cotidianas. A coordenadora-geral do Sindilimp-BA, Ana Angélica Rabello, ao olhar para trás, ressalta a necessidade de reconhecer os avanços alcançados durante as mais de duas décadas de história do sindicato fundado em 3 de setembro de 1989.

Demitidos da prefeitura

Ana Angélica considerou um dos momentos mais importantes da trajetória do sindicato a demissão dos 4.741 demitidos pela prefeitura de Salvador em 17 de fevereiro de 1997 sem receber os direitos trabalhistas.

“A categoria construiu em 26 anos uma forte organização sindical. Hoje é um dos sindicatos mais comprometidos com a luta da classe dos trabalhadores e mais especificamente dos trabalhadores em limpeza. A luta a favor dos demitidos da prefeitura é um marco para o nosso sindicato. Muitas foram as manifestações, reivindicações, lutas e enfrentamento a repressões e ameaças. Hoje, graças  à  luta do povo” foram liberados os lotes de pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) desses pais e mães de família demitidos”, avaliou Ana Angélica Rabello.

Representantes

Outro importante marco para o Sindilimp-BA foi a eleição do seu diretor jurídico, Luiz Carlos Suíca, para uma das cadeiras da Câmara Municipal de Salvador. “Passamos a ter uma voz ativa e atuante na Casa do Povo. Alguém que briga e luta pelas nossas causas. Os trabalhadores em limpeza se enxergam na figura de Luiz Carlos Suíca. Negro, de origem humilde, que batalha diariamente para o melhor para os trabalhadores”, comemorou.

Além da eleição de Suíca, o fato de Ana Angélica Rabello, uma mulher, assumir a coordenação-geral do sindicato, também foi considerado um avanço. “A República é presidida por uma mulher, trabalhadora, e o nosso sindicato segue esse bom exemplo ao eleger como coordenadora uma guerreira que muito contribui com a nossa luta”, avaliou Suica.

Sede própria

Outra vitória significativa não só para o sindicato mas também para toda a classe de trabalhadores em limpeza foi a aquisição total do prédio da sede e a sua reforma para melhor efetivarmos os trabalhos com qualidade e eficiência para a nossa categoria. A categoria é composta por cerca de 7 mil trabalhadoras e trabalhadores sindicalizados. O Sindilimp-BA tem funcionários capacitados contratados diretamente, além da contratação de diversos outros profissionais especializados.

Sindicalistas presos

Apesar dos avanços históricos, a prisão dos sindicalistas Edson Conceição e Ana Angélica Rabello, em meio a um protesto por causa dos recorrentes atrasos dos salários dos terceirizados, em frente ao Colégio Landulfo Alves.

“Um episódio lamentável e que serviu para nos deixar ainda mais fortalecidos e unidos. Continuamos acreditando no projeto de tirou milhões de pessoas da pobreza em todo o Brasil. Nós, do Sindilimp, assumimos o compromisso com pessoas humildes, pais e mães de famílias. Iremos até o fim na luta pela preservação dos direitos dos trabalhadores e na defesa da nossa categoria.”, afirmou Suíca.  

Perspectivas

O vereador de Salvador  destacou que a missão do sindicato para os próximos anos é a de continuar com o processo de inclusão social e moral dos “invisíveis”. “Queremos nos tornar cada vez mais visíveis aos olhos da sociedade. Além do patrimônio moral e político, conquistamos o respeito e estamos saindo da invisibilidade. Hoje, os trabalhadores não mais se envergonham em atuar na limpeza urbana e outras tarefas. O Sindilimp-BA continuará com a missão de fazer com que a sociedade e a própria categoria tenham respeito por sua tarefa social. Não lutamos apenas por salários, queremos e conseguiremos muito mais”, afirmou Luiz Carlos Suíca. 

Fonte: Bocão News

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress