Sindilimp sempre na luta pela valorização dos terceirizados reúne-se com Secretaria da Educação

ReuniãoSEC18mar15

Representando os diversos Sindicatos dos Trabalhadores em Limpeza da Bahia (Sindilimp), Ana Angélica Rabello e José Carlos Conceição de Jesus, expuseram as queixas dos trabalhadores sobre as pendências de pagamento de salário. Nossa ação visa resolver o pagamento dos trabalhadores.

A reunião com a Diretoria Geral da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) aconteceu nesta quinta-feira (19/03), para acompanhamento dos pagamentos dos trabalhadores terceirizados das escolas estaduais pelas empresas contratadas. Na oportunidade, também foram discutidas as estratégias para garantir o cumprimento dos contratos pelas empresas e valorizar o trabalho realizado pelos prestadores de serviço.

Para manter o Sindicato ciente de todo o esforço e negociações pactuadas com as prestadoras de serviço, a Diretoria Geral apresentou comprovantes dos pagamentos efetuados às empresas, bem como as medidas administrativas previstas nos contratos para assegurar a prestação de serviço nas escolas.

Edvoneide Sampaio Jones Santos, diretora geral da Secretaria da Educação, comprometeu-se a levar ao Sindicato “o conhecimento das ações que estamos impetrando em favor da regularidade contratual, não só assegurando o devido pagamento junto às empresas que hoje compõem o quadro das prestadoras de serviço terceirizado da Secretaria da Educação, mas também, acionando administrativamente aquelas que estão inadimplentes. Algumas já foram retiradas do exercício”, explica.

Ao final da reunião, a Diretoria Geral da SEC se comprometeu em compartilhar com o Sindicato as informações sobre os repasses efetuados para as empresas, bem como esclarecer as medidas administrativas adotadas para fiscalizar o cumprimento dos contratos e o pagamento dos trabalhadores. Essas medidas permitirão que a fiscalização do cumprimento dos contratos ocorra de forma mais transparente para os trabalhadores.

Depois dessa reunião o Sindicato espera que as trabalhadoras e trabalhadores não mais sejam prejudicados. É fundamental que a categoria entenda que quem contrata é o Estado e quem deve pagar são as empresas. O Sindicato não pode ser responsabilizado por calotes do patronato. Nossa missão e papel é lutar para assegurar o direito dos trabalhadores. Com essa documentação comprovando que foi pago, vamos iniciar os trâmites legais. Nosso Departamento Jurídico, em toda Bahia, está preparado para organizar a situação dos trabalhadores junto às empresas.

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress