1º de Maio é da classe trabalhadora!

AF_Folder 1º de Maio 2014 CUT_15x21cm_WEB

Centrais Sindicais se unem por mais direitos e qualidade de vida para os trabalhadores do estado

A Praça no Terreiro de Jesus (Pelourinho), será palco pelo segundo ano consecutivo, do evento que marca e resgata a história de luta de centenas de trabalhadores brasileiros.

O Dia do Trabalhador em Salvador, será comemorado com uma grande festa promovida pelas Centrais Sindicais CTB, CUT, NCST e UGT, e será iniciada a partir das 14 hs da próxima quinta-feira (01.05), com atrações musicais e apresentações culturais.

Adão Negro, Zelito Miranda e bandas locais de samba, são algumas das atrações já confirmadas para abrilhantar o evento.

O 1º de Maio deste ano vem com a temática “Por mais direitos e qualidade de vida” e segue a mesma política de unificação das bandeiras de luta que abrilhantaram a 8ª Marcha da Classe Trabalhadora realizada em São Paulo e reuniu mais de 50 mil trabalhadores e representantes de todas as Centrais na luta pela conquista das reivindicações da Pauta da Classe Trabalhadora.

De acordo com o presidente da CUT-BA, Cedro Silva, são 30 anos em defesa dos direitos dos trabalhadores no estado da Bahia e, como todos os anos, a festa terá apenas um protagonista: o trabalhador! “Entendemos que o projeto é da classe trabalhadora e os trabalhadores devem estar unidos em uma só comemoração. Por essa razão, este ano o ato será unificado e convocamos a todos, para em clima de unidade relembrar as lutas históricas e nos fortalecermos para cobrar o atendimento das reivindicações trabalhistas e sociais dos trabalhadores do nosso estado”, afirmou.

Militância, convidados, parlamentares e boa parte da imprensa baiana já confirmaram presença no evento. A programação completa estará disponível no site das Centrais na próxima segunda-feira (28.05).

Bandeiras de Luta

Entre as bandeiras de luta da pauta unitária estão: Democratização da comunicação; continuidade da valorização do salário mínimo, valorização das aposentadorias, redução da jornada para 40 horas semanais sem redução de salário; fim do fator previdenciário; correção da tabela do IR, negociação coletiva no setor público; reforma agrária e política agrícola; Combate à demissão imotivada; salário igual para trabalho igual ; mais investimento públicos, entre outras pautas.

CUT-BAHIA

Escrito por: Thais Tosta

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress