28 de Abril – Dia Internacional das Vítimas de Acidente de Trabalho

“Uma data de respeito, mas não de comemoração”, assim define Ana Angélica Rabello, coordenadora do Sindilimp-BA, o dia 28 de abril. Em todas as ações do Sindicato a questão da segurança e saúde dos trabalhadores é reivindicada.

O dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho surgiu no Canadá por iniciativa do movimento sindical, e logo se espalhou por diversos países, organizado por sindicatos, federações, confederações locais e internacionais.

A data foi escolhida em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos no ano de 1969. A OIT, desde 2003, consagra a data à reflexão sobre a segurança e saúde do trabalhador. Desde maio de 2005, o dia 28 foi instituído no Brasil.

“O Brasil é um dos recordistas em acidente de trabalho no mundo. E isso não é um dado a ser comemorado, ao contrário. Muito menos a data é comemorativa”, lembra Edson Araújo, diretor da CUT-BA e do Sindilimp-BA que atua de forma destacada na questão de segurança e saúde do trabalhador.

Anualmente milhões de vidas são perdidas em decorrência de Acidentes de Trabalho que poderiam ser evitados caso houvesse efetiva fiscalização dos órgãos competentes e interesse de toda sociedade civil.

“Temos que utilizar da data do dia 28 de Abril para homenagear todos aquelas e aqueles de foram vítimas (fatais ou não) de acidente de Trabalho, mas principalmente, usar tal data para nos mobilizarmos e darmos um BASTA nas omissões relacionadas à segurança do Trabalho e que tanto refletem na vida de todos os trabalhadores”, lembra Ana Angélica Rabello.

O Sindilimp-BA e a CUT-BA estão firmes na luta em defesa dos trabalhadores. Vivemos em um ambiente ruim onde o governo federal, com a nova lei trabalhista, ataca direitos conquistados.

Mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos, nós vamos manter nossa posição de denunciar os acidentes de trabalho e mortes para coibi-los. Vale lembrar que um relatório do Ministério Público do Trabalho mostra que, nos últimos cinco anos (até 2017), foram quase quatro milhões de Comunicados de Acidente de Trabalho (CATs), com 14.412 pessoas mortas no País.

Já o dado mais recente da Previdência Social, referente a 2016, aponta que 700 mil trabalhadores brasileiros tiveram suas vidas prejudicadas por acidente de trabalho.

O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, 28 de abril, é um momento para lembrar destes companheiros e companheiras e também de fortalecer a luta contra os acidentes de trabalho.

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress