“Se botar para votar, o Brasil vai parar”. Sindilimp na mobilização dia 19 de fevereiro contra ataque à aposentadoria

O Sindilimp participará ativamente da paralisação nacional que acontecerá nesta segunda-feira, dia 19. Do norte ao sul do Brasil acontecerão manifestações e nossa categoria, que sempre foi de luta, não pode e não ficará de fora.

Independentemente do dia em que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) colocar a proposta em votação, a paralisação em massa vai ocorrer na próxima segunda-feira, 19, para demonstrarmos que não se brinca com as trabalhadoras e trabalhadores. Não aceitaremos que roubem direitos conquistados com muita luta.

Após 15 meses de discussões e pelo menos 10 adiamentos, o prazo-limite imposto pelo governo para aprovar a reforma é fevereiro. O projeto parecia ter apoio sólido, mas em ano eleitoral e depois de enfrentar duas denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal, dificilmente os 308 votos serão alcançados se nossas manifestações forem firmes e cada vez maiores.

As manifestações do dia 19 devem cumprir papel fundamental, determinante, pois visam pressionar os deputados na hora da votação.

O projeto da reforma da Previdência, como foi apresentado, demandaria do trabalhador o mínimo de 25 anos de contribuição para acessar a aposentadoria por idade. A aposentadoria por tempo de contribuição, ao seu turno, demandaria 40 anos de contribuição, além da idade mínima de 65 anos para ambos os sexos. Na prática, muitos trabalhadores efetivamente contribuirão por um longo período sem que tenham qualquer retorno quando tiverem a sua capacidade de trabalho reduzida por conta da idade.

Basta de ataques aos nossos direitos! Segunda feira, 19, o Sindilimp e nossa categoria estarão nas ruas e nas luta!

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress