Sindicalistas do Sindilimp-BA e CUT-BA presos em manifestação em defesa dos direitos dos terceirizados

Ana Angélica Rabelo, coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública, Comercial, Industrial, Hospitalar, Asseio, Prestação de Serviços em Geral, Conservação, Jardinagem e Controle de Pragas Intermunicipal (Sindilimp-BA) e Edson Conceição Araújo, da direção executiva da Central Única dos Trabalhadores (CUT-BA), foram presos às 10 horas deste sábado, 25, quando participavam da manifestação dos terceirizados em frente ao Colégio Estadual Landulfo Alves, na Calçada, Salvador-BA.


A diretoria colegiada do Sindilimp-BA classifica a prisão dos sindicalistas como um ato arbitrário contra o direito de manifestação e organização sindical. Estavam em um movimento notoriamente pacífico, na porta do Colégio Estadual Landulfo Alves.

O abuso de autoridade, plenamente caracterizado, teve início às 10 horas deste sábado, 25, e estão detidos na Central Central de Flagrantes da Polícia Civil da Bahia, na Avenida Tancredo Neves, 4197, Iguatemi.

Um ataque aos princípios fundamentais da Constituição da República, iniciando-se pelo artigos 1º e 5º e permeando inúmeros outros dispositivos constitucionais e legais como o princípio da dignidade da pessoa humana, da cidadania e o direito de livre manifestação pacífica.

O Sindilimp-BA e a CUT-BA exigem a libertação de Ana Angélica Rabelo e Edson Conceição Araújo e defendemos o direito de manifestação de todos os trabalhadores, estudantes e segmentos sociais que sofram qualquer tipo de injustiça ou discriminação. É a defesa cristalina do Estado Democrático de Direito.

Quem deveria ser presos são os empresários que não cumprem a legislação trabalhistas e quem os contratam por não fiscalizarem e exigirem o cumprimento da lei. As famílias dos terceirizados e terceirizadas estão passando dificuldades e é contra isso que lutamos. Somos sindicalistas e não marginais.

A prática de se criminalizar os movimentos sociais é ação que está se estendendo na Bahia e concluamos a união de todas as categoria para combatê-la. Hoje, as vítimas são Ana Angélica Rabelo e Edson Conceição Araújo. Amanhã, pode ser outro [a] líder sindical. Ou mesmo o conjunto dos movimentos que lutam por melhores condições de trabalho e de vida. Esses atos podem ser reflexos dos desmandos remanescentes da ditadura, que se esperavam mortos e que devem ser combatidos em todos os momentos. Todo o apoio a Ana Angélica Rabelo e Edson Conceição Araújo! Basta de calote às companheiras e companheiros terceirizados! A luta continua!

“Do rio que tudo arrasta se diz que é violento.
Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem”.

Bertolt Brecht

Salvador 23 de julho de 2015

Diretoria Colegiada do Sindicato ds Trabalhadores em Limpeza Pública, Comercial, Industrial, Hospitalar, Asseio, Prestação de Serviços em Geral, Conservação, Jardinagem e Controle de Pragas Intermunicipal (Sindilimp-BA)

Assessoria de Comunicação do Sindilimp-BA
25 de julho de 2015
*Para mais informações favor entrarem em contato com Ana Angélica Rabelo através do telefone nº. 8795-2867. Edson Conceição Araújo (9672-6776).

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress