Terceirizados protestam contra atraso de salário na rede estadual em Itabuna

As trabalhadoras e trabalhadores em limpeza e terceirizados em geral sabem que têm em seu Sindicato e na CUT-BA instrumentos de organização, luta e mobilização em defesa de direitos.

Foi assim no dia 15, segunda-feira, em Itabuna. Trabalhadores terceirizados da rede de ensino estadual em Itabuna, sul da Bahia, protestaram contra atrasos nos salários e demais direitos trabalhistas. O presidente do Sindicato de Limpeza, Jardinagem e Terceirizados (Sindilimp), José Carlos, acorrentou-se na grade do Núcleo Regional de Educação (NRE5), antiga Diretoria Regional de Educação (Direc), localizada na Avenida Beira Rio.

Foi uma forma de mostrar à opinião pública as dificuldades enfrentadas pela categoria que teve repercussão nacional através dos grandes sites de notícias.

O portão da Direc foi trancado com correntes por cerca de 40 terceirizados, dentre merendeiras, porteiros e o pessoal de serviços gerais. Ainda existem dirigentes escolares que pressionam os terceirizados a irem às escolas, como tortura psicológica mesmo. Exigimos o recebimento dos vales transportes e dos tíquetes de alimentação, que estão atrasados há três meses.

Os terceirizados que integram o protesto trabalham em cerca de 20 escolas, mas as unidades de ensino não estão sem funcionar por conta da mobilização, informou o sindicato.

Com nosso Sindicato o caminho é sempre o da luta e nunca recuar em defesa dos direitos das trabalhadoras e trabalhadores.

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress