25 DE NOVEMBRO: Dia internacional de luta pelo fim da violência contra a mulher!

25_dia_nao_violencia

O Sindilimp-BA e a CUT-BA estão firmes na luta contra quaisquer formas de opressão das mulheres.

O dia 25 de novembro foi definido como o Dia Internacional de Luta pelo fim da violência contra a mulher em 1999, pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data foi escolhida para lembrar as irmãs Mirabal (Pátria, Minerva e Maria Teresa), assassinadas pela ditadura de Leônidas Trujillo, na República Dominicana, em 25 de novembro de 1960.

Segundo estudos recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS), uma em cada três mulheres é vítima de abusos físicos em todo o mundo. Entre 100 milhões e 140 milhões de mulheres são vítimas de mutilação genital e cerca de 70 milhões se casam antes dos 18 anos, frequentemente contra a sua vontade. Os dados indicam que 7% das mulheres correm o risco de sofrer violência em algum momento das suas vidas.

Já de acordo com dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), no Brasil, no período de 2001 a 2011, estima-se que ocorreram mais de 50 mil feminicídios (mortes de mulheres decorrentes de conflitos de gênero, ou seja, pelo fato de serem mulheres), o que equivale a, aproximadamente, 5.000 mortes por ano.

Acredita-se que grande parte destes óbitos foram decorrentes de violência doméstica e familiar contra a mulher, uma vez que aproximadamente um terço deles tiveram o domicílio como local de ocorrência. Estes crimes são geralmente perpetrados por homens, principalmente parceiros ou ex-parceiros, e decorrem de situações de abusos no domicílio, ameaças ou intimidação, violência sexual, ou situações nas quais a mulher tem menos poder ou menos recursos do que o homem. Pelos dados, estimam-se que ocorrem, em média, 5.664 mortes de mulheres por causas violentas a cada ano; 472 a cada mês; 15,52 a cada dia; ou uma a cada hora e meia.

Categorias: NOTÍCIAS

Tags: ,,,,,

Comentários estão fechados

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress